Mike Murdok afirma que devemos fazer negocios com Deus

Você ama pregar a palavra de Deus, mas tem dificuldades para preparar uma pregação? CLIQUE AQUI

No programa de Silas Malafaia, Mike Murdock afirma que “não queria servir a um Deus que fazia as pessoas pobres”No programa Vitória em Cristo dessa semana, o pastor Silas Malafaia recebeu novamente o pastor Mike Murdock. Segundo anunciado por Malafaia, o programa faz parte de uma série de duas entrevistas, nas quais o pastor norte-americano ensinará “a importância do dinheiro” e também “quatro atitudes para você nunca perder o emprego ou arrumar um”.


Nesse primeiro programa, Murdock contou sobre sua infância e juventude quando, segundo ele, vivia com grandes dificuldades financeiras apesar de ser oriundo de uma família cristã. O pastor contou que seu pai era um homem que dedicava horas e horas de seu dia para orar, mas que, ainda assim, viviam em uma situação de miséria.
Murdock afirma que seus conceitos sobre Deus e o dinheiro começaram a se moldar quanto ele tinha 18 anos de idade e não podia ir para uma escola bíblica pois seu pai não tinha condições de pagar os 4 dólares por dia que a escola custava. Ele afirma ter ficado chocado por ter um pai que amava a Deus, orava até 10 horas por dia, mas que não tinha 4 dólares por dia.
- Como você pode pregar a respeito de um Deus que cura o câncer, um Deus que pode te libertar do alcoolismo, te libertar da cocaína, consertar seu casamento… um Deus que pode fazer tudo, mas ele não te dá quatro dólares por dia? – questionou o pastor.
- Eu não queria servir a um Deus, que fazia as pessoas pobres – completou Mike Murdock.
O pastor afirmou então que, com o tempo, foi aprendendo que “a pessoa de Jesus me prepara para a eternidade, mas os princípios de Deus criam minha prosperidade”. Ele disse ainda que “os princípios de Deus funcionam para a terra” enquanto a pessoa de Jesus o “prepara para a morte”.
Segundo Murdock, ele não ora por dinheiro porque “a oração não é a semente pra o dinheiro”. Ele afirma, porém que “a aliança financeira mais poderosa da terra está em Salmos 112”. Segundo ele, a passagem bíblica mencionada ensina que aqueles que amam, não a Deus, mas aos seus ensinamentos, serão abençoados no âmbito financeiro.
Em seguida o pastor afirmou que daria instruções para dobrar as finanças de seus ouvintes em 12 meses, ou até mesmo mais rápido. Citando seu livro “31 Razões por que as pessoas não recebem a sua colheita financeira”, ele afirmou que depois de começar a seguir as instruções que escreveu na publicação, Deus começou a dar a ele jatinhos particulares e casas pagas. Ele afirmou ainda crer que a pobreza é uma decisão.
Ao falar sobre as “chaves para o dinheiro”, ele afirma que a pessoa deve “entender o caráter de Deus”: Segundo ele, com esse propósito a pessoa vai entender que Deus quer que ela tenha dinheiro. Citando novamente um de seus livros sobre finanças, ele afirma que onde existe um problema para ser resolvido, existe um trabalho através do qual se pode obter ganhos financeiros. Ele completou dizendo que “Deus deve uma recompensa financeira às pessoas”.
Murdock falou ainda sobre as 4 coisas que uma pessoa deve dizer a seu chefe, para nunca perder o emprego:

1- Você nunca vai precisar repetir uma instrução;
2- Eu termino toda instrução que recebo;
3- Eu concordo com qualquer pessoa na equipe;
4- Serei a pessoa mais fácil para você corrigir;

O pastor afirma ser impossível uma pessoa que segue essas quarto instruções perder seu emprego.

Para finalizar, o Mike Murdock afirma que as pessoas “devem fazer negócios com Deus”, para que obtenham a prosperidade financeira. Falando sobre a chamada “lei da semeadura”, o pastor afirmou que uma pessoa não pode comprar um milagre de Deus com dinheiro, mas tem “o direito de pedir uma colheita para toda semente que semear”.

Você ama pregar a palavra de Deus, mas tem dificuldades para preparar uma pregação? CLIQUE AQUI

Se Gostou, Compartilhe

FacebookTwitterGoogle+

1 comentários:

1.Seu comentário nos incentiva a postar mais mensagens;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Não faço parcerias por meio de comentários;

EmoticonEmoticon