O que realmente significa a expressão "Não toqueis nos meus Ungidos"

Você ama pregar a palavra de Deus, mas tem dificuldades para preparar uma pregação? CLIQUE AQUI

Você Pergunta: Ouvi ontem uma pregação de um pastor, onde ele dizia que os pastores e outros servos de Deus com autoridade, devem ser honrados porque são ungidos de Deus, e que quem critica pastores e servos de Deus está trazendo juízo para a própria vida, pois a Bíblia proíbe tocar nos ungidos de Deus. Mas como funciona isso, por exemplo, quando um pastor comete um erro? Ele não pode ser corrigido ou criticado?

Cara leitora, essa falsa doutrina de “não tocar nos ungidos de Deus” que você mencionou tem sido cada vez mais usada por muitos líderes de seitas que acham que são cristãs para manter as pessoas em uma espécie de cabresto onde não podem sequer questionar qualquer atitude desses líderes. Usam textos bíblicos, manipulando-os e se aproveitam do pouco conhecimento bíblico das pessoas para enganá-las. Vamos analisar essa questão biblicamente e verificar se discordar, criticar e até chamar a atenção de um pastor é algo condenado pela Bíblia.



Tocar nos ungidos de Deus. O que a Bíblia diz?

(1) O texto que normalmente é usado pelos pastores, apóstolos, bispos (e semelhantes) para dizer que não podem ser criticados de nenhuma forma é 1 Crônicas 16:21-22: “A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis, dizendo: Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas”. Nesse texto o rei Davi escreve um salmo de ações de graças pela volta da arca da Aliança para o meio do povo de Deus. A arca da aliança estava “perdida” desde a época dos juízes quando o povo se desviou do Senhor. Davi relembra as bênçãos de Deus e as promessas feitas a Abraão, Isaque e Jacó e como Deus os transformou em um grande povo. É nesse contexto que Davi menciona a proteção de Deus ao seu povo diante de reis tiranos que os queriam destruir. Observe que no texto citado acima, Deus repreende a reis que queriam “tocar” (fazer mal) a Seu povo e Seus profetas.


(2) Esse texto de nenhuma forma pode ser compreendido como uma repreensão de Deus para qualquer pessoa que critique, que discorde ou até que chame a atenção de algum pastor ou servo de Deus por algum motivo. Não é isso que o salmo escrito por Davi quer comunicar. O contexto nos mostra claramente que o objetivo de Davi foi demonstrar a proteção de Deus para aquele pequeno povo escolhido de Deus que estava se formando e que, naquele tempo, era peregrino. Esse é o significado de não tocar nos ungidos de Deus dentro do contexto bíblico.

(3) Inclusive, temos diversos exemplos bíblicos de servos de Deus sendo repreendidos por atos incorretos que praticaram. Por exemplo, o próprio Davi foi repreendido pelo profeta Natã por ter adulterado com Bate-Seba e ter matado Urias (2 Samuel 12:1-14). Temos ainda outros exemplos, como o apóstolo Paulo repreendendo a grande apóstolo Pedro diante de todos por causa de um comportamento errado dele: “Quando, porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho, disse a Cefas, na presença de todos: se, sendo tu judeu, vives como gentio e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?” (Galátas 2:14).

(4) Assim, fica evidente que a Bíblia não oferece uma blindagem anticrítica a nenhum servo de Deus. É evidente que todo servo de Deus merece respeito, que merece ser honrado pelo trabalho que faz a Deus e ao próximo, porém, deve sempre estar aberto a críticas construtivas, deve assumir seus erros quando os comete e até mesmo deve aprender a abençoar os inimigos que criticam maldosamente assim como Jesus ensinou (Mateus 5:44). Não existe qualquer “maldição” de Deus colocada sobre as pessoas que de alguma forma questionam líderes. Infelizmente essa questão de não tocar nos ungidos de Deus tem sido usada para encobrir muito safadeza por esse mundo afora.

Você ama pregar a palavra de Deus, mas tem dificuldades para preparar uma pregação? CLIQUE AQUI

Se Gostou, Compartilhe

FacebookTwitterGoogle+

4 comentários

Concodo que quando somos repreendido temos a chance de qrecer um um pouco mais. Desde que seja de uma forma de amor.

O profeta Samuel quando repreendeu o rei Davi, claramente se ver que o Senhor Deus permitiu, era a vontade dEle. Podemos ver quando davi teve a oportunidade de matar o rei Saul que o perseguia e tentava mata-lo injustamente por inveja e ciúmes,e a o homem que estava do seu lado disse senhor Deus entrega hoje o teu inimigo nas tuas mãos me permite e eu tirarei sua vida, basta uma ordem tua, mas Davi que tinha o Espírito de Deus, disse: Não! Pois quem intentará alguma coisa contra o ungido de Deus e sairá impune. Qualquer ensinamento que foge dos princípios de Deus seja anátema,se até um anjo descer do céu e vos ensinar qualquer coisa contrario a palavra que já recebeste se anátema(Gl1.8-9) Ainda que um pastor faça qualquer coisa contra você que te humilhe, lembre-se de que Saul para exemplo nosso tentou matar um outro ungido mas jamais Deus permitiria que qualquer um de nós haja da mesma forma, leiam a palavra e vejam qual foi o fim do rei Saul, o Senhor é a nossa justiça não se levante contra os ungidos isso será tomado como desrespeito a autoridade de Deus, é inaceitável, cuidado o diabo vosso adversário anda em derredor buscando brechas, ele rebelde e por isso perdeu a glória do Senhor, Jesus disse que devemos orar até pelos os nossos inimigos quanto mais pelos os nossos pastores. Vigiai e orai! O que estiver errado cabe a Deus julgar Ele é o Grande Juiz, o exemplo de Cristo é que devemos seguir os seus ensinamentos e em lugar nenhum da Bíblia somos ensinados que devemos reatacar nos lideres, podemos com educação, com mansidão com amor admoestando sentar e conversar falando a verdade com respeito evitando todo e qualquer conflito e se você não for tratado do mesmo jeito Deus vai te honrar mas não pense que Deus vai se agradar do seu comportamento ou palavras ofensivas atacando quem Deus constituiu com autoridade, a escolha é sua, você quer benção ou maldição. Para sua meditação. Jesus te ama!

Deus abençoe... Aprendi muito concernente liderança nas duas opinião A biblia diz houve tudo retém o que é bom.
Nem um dos dois ensinamentos disfaz do que Deus ensinou muito pelo contrario um complementa o outro. Todos Nós somos ungidas cada um com algo dado por Deus O que o estudo quer dizer que os Pastores também como ungidos não são infalivés nem são inrepreensivéis também são sujeitos a serem sim questionados quando estiverem se desviando da verdade sacrosantas. No tocante em ser repreendidos com amor, respeito, carinho, e calma A biblia nos diz que deve ser feito a todo servo do Deus altissimo. Se faltar com isso tenha certeza seja pastor seja o irmão do banco Jesus te cobrará.

Deus abençoe... Aprendi muito concernente liderança nas duas opinião A biblia diz houve tudo retém o que é bom.
Nem um dos dois ensinamentos disfaz do que Deus ensinou muito pelo contrario um complementa o outro. Todos Nós somos ungidas cada um com algo dado por Deus O que o estudo quer dizer que os Pastores também como ungidos não são infalivés nem são inrepreensivéis também são sujeitos a serem sim questionados quando estiverem se desviando da verdade sacrosantas. No tocante em ser repreendidos com amor, respeito, carinho, e calma A biblia nos diz que deve ser feito a todo servo do Deus altissimo. Se faltar com isso tenha certeza seja pastor seja o irmão do banco Jesus te cobrará.

1.Seu comentário nos incentiva a postar mais mensagens;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Não faço parcerias por meio de comentários;

EmoticonEmoticon